Título: MP quer investigar nomeações de Severino
Autor: Expedito Filho
Fonte: O Estado de São Paulo, 28/03/2005, Nacional, p. A5

O Ministério Público no Distrito Federal encaminhará hoje um ofício ao Procurador-Geral da República, Cláudio Fonteles, para que envie à administração da Câmara e do Senado um pedido de informação sobre os atos de nomeações dos parentes dos deputados Severino Cavalcanti (PP-PE) e Ciro Nogueira (PP-PI), respectivamente presidente e vice-presidente, e do senador Efraim Moraes (PFL-PB). Os três são suspeitos de terem nomeados parentes sem concurso público num sistema de triangulação para driblar a vigilância contra o nepotismo. Comum entre senadores e deputados, o artifício consiste em um parlamentar contratar parentes do outro para escamotear o nepotismo.

O procurador Luciano Rolim disse ainda que, no mesmo ofício, solicitará informações sobre os deputados que contrataram sua respectivas mulheres também sem concurso para trabalhar em seus gabinetes ou em outras funções da Câmara. Segundo Rolim, depois de colhidas as informações, o MP pretende entrar na Justiça contra a prática de nepotismo. "A nossa intenção é criar jurisprudência para impedir essas e novas contratações de parentes."