Título: Bolsa se recupera e dólar sobe 0,04%
Autor: Mario Rocha, Silvana Rocha e Lucinda Pinto
Fonte: O Estado de São Paulo, 25/05/2005, Economia, p. B15

O Ibovespa oscilou bastante, mas conseguiu fechar em alta de 1,36%, após uma série de maus resultados. O bom volume financeiro, de R$ 1,340 bilhão, foi reforçado pelo leilão da Nossa Caixa Seguros e Previdência, que foi adquirida pela Mapfre Vera Cruz. O dólar teve um ligeiro ganho de 0,04%, para R$ 2,429, após 4 quedas seguidas. O paralelo recuou 0,25%, vendido a R$ 2,743, e os juros futuros ficaram na expectativa da divulgação da ata do Copom. O risco país caiu 0,46%, para 434 pontos, e o C-Bond ganhou 0,06%, vendido com ágio de 1,625%. De manhã, a Bolsa paulista caiu com o rebaixamento, pela agência Fitch, do rating da General Motors, do seu braço financeiro (a GMAC) e da maioria das empresas relacionadas ao grupo. À tarde, subiu mesclando um movimento de correção técnica com a alta das ações de empresas ligadas aos setores de siderurgia e mineração, beneficiadas pelo aumento dos preços das commodities.

A Bovespa intensificou a valorização com a ata da última reunião do Federal Reserve, indicando que a alta do juro básico nos Estados Unidos possivelmente continuará moderada. Em Nova York, a Nasdaq subiu 0,24% e o Dow Jones recuou 0,19%.

A recuperação das commodities puxou as ações de siderurgia e mineração, como Usiminas, CSN, CST, Gerdau, Caemi e Acesita, todas entre os principais volumes da Bolsa. As maiores altas do Ibovespa foram de Light ON (5,65%), Tele Leste Celular PN (5,36%) e Usiminas PNA (4,31%). As maiores quedas foram de CRT Celular PNA (1,97%), Sabesp ON (1,09%) e Tele Centro Oeste PN (0,81%).

No mercado de câmbio, a expectativa sobre a ata do Fed e a expectativa quanto à instalação da CPI dos Correios travaram os negócios. Mas hoje o volume financeiro deverá aumentar por causa do feriado de Corpus Christi e do Memorial Day, segunda-feira, nos Estados Unidos.

Com a proximidade do fim do mês, os investidores também devem reforçar as operações de rolagem de contratos futuros de dólar na BM&F. Ontem, dos 8 vencimentos de dólar futuro negociados, apenas 2 projetaram ligeiras quedas.

No fim da tarde, um boa notícia pegou o mercado de câmbio fechado - o superávit de R$ 12,918 bilhões do governo central em abril.