Título: Agenda positiva vai incluir investimentos em estradas
Autor: Vera Rosa e Christiane Samarco
Fonte: O Estado de São Paulo, 29/07/2005, Nacional, p. A5

ARRUMAÇÃO: Discretamente, o governo começa a sacudir o marasmo e prepara medidas para retomar uma agenda positiva para a economia. Nos próximos dias, deverá ser anunciado programa de investimentos em estradas que inclui trechos das rodovias Régis Bittencourt e Fernão Dias. O programa resulta de uma grande arrumação no orçamento. Projetos de difícil execução foram descartados, enquanto outros de maior viabilidade ganharam fôlego e recursos adicionais. A definição dos projetos está sendo coordenada pela ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Roussef, em discussão com os ministérios da Fazenda e Planejamento. A maior parte faz parte do Programa Piloto de Investimentos (PPI) que o Brasil negociou com o FMI e que permitirá irrigar a economia com cerca de R$ 2,8 bilhões. A aceleração dos gastos em infra-estrutura se soma a outros sinais de quebra da paralisia, surgidos depois que o mercado começou a mostrar inquietação diante das revelações das CPIs. Nesta semana, o Tesouro liberou R$ 1,2 bilhão para a reforma agrária e R$ 400 milhões para rodovias e ferrovias.

Também começou a fluir o dinheiro prometido aos agricultores. O desejo de 'sacudir a poeira' inspirou o surgimento de uma frente de ministros a favor do crescimento. 'A política macroeconômica que se fez até agora era para um governo de oito anos, mas agora é preciso considerar que o governo Lula poderá durar só mais um ano e meio', disse um ministro ao Estado. 'E o que ele ganhará com essa política econômica? Uma medalha de bom comportamento?'