Título: Ex-ministro insiste ter recebido cerca de R$ 200 mil
Autor: Lisandra Paraguassú
Fonte: O Estado de São Paulo, 06/10/2005, Nacional, p. A11

DÍVIDA: O prefeito de Uberaba e ex-ministro dos Transportes, Anderson Adauto (PL), disse ontem, por meio de sua assessoria, que recebeu entre "R$ 150 mil e R$ 200 mil" das contas de Marcos Valério. Adauto endossou as afirmações à CPI do Mensalão do seu secretário de Governo, José Luiz Alves, que na época era chefe de gabinete do Ministério dos Transportes. Admitiu que procurou o ex-tesoureiro do PT, Delúbio Soares, solicitando ajuda financeira para cobrir dívidas com sua campanha a deputado federal em 2002. "Ele procurou o tesoureiro do partido majoritário naquele momento para buscar essa ajuda", disse a assessoria. Valério divulgou nota contestando as declarações e reafirmando que Alves e Edson de Almeida, irmão de Adauto, receberam o total de R$ 1 milhão.