Título: Bradesco reduz juros após decisão
Autor: Patrícia Campos Mello e Gustavo Freire
Fonte: O Estado de São Paulo, 09/03/2006, Economia & Negócios, p. B1

Logo após o resultado da reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), o Bradesco anunciou a redução das taxas de juros de várias modalidades de crédito, para clientes pessoas físicas e jurídicas, em vigor a partir de hoje. Para os clientes pessoa física, os juros mensais do cheque especial caíram de 8,23% para 8,17%, na máxima, e de 4,58% para 4,55%, na mínima. As taxas mensais do crédito pessoal foram reduzidas de 5,77% para 5,71%, na máxima, e de 3,22% para 3,16%, na mínima. Já o crédito pessoal consignado vai operar com taxa mínima a partir de 1,75%.