Título: PSB aparelhou o Ministério da Integração
Autor: Domingos, João
Fonte: O Estado de São Paulo, 05/02/2012, Nacional, p. A11

Quando um ministério é entregue a um partido com a "porteira fechada", como costumam dizer os políticos, a tendência é que seja totalmente aparelhado. Isso aconteceu, por exemplo, no Ministério da Integração Nacional, sob o comando do PSB do governador de Pernambuco, Eduardo Campos, também presidente do partido.

Apesar das críticas que sofreu nos últimos 30 dias por ter destinado 90% das verbas de prevenção às tragédias das enchentes . para Pernambuco, seu Estado natal, o ministro Fernando Bezerra Coelho foi sustentado no cargo pela presidente Dilma Rousseff e pela pressão do PSB. Fernando Bezerra, que é de uma tradicional família política do Nordeste, transformou a Integração Nacional num feudo do PSB, correligionários e conterrâneos.

Dos que estão à frente de cargos-chave, oito são do PSB ou pernambucanos – ou as duas coisas, caso do ministro. São da cota do PSB, além de Bezerra, a Secretaria de Defesa Civil, a chefia de gabinete, além das secretarias de Fundos Regionais, Executiva, de Infraestrutura Hídrica e de Irrigação.

Nepotismo. A Companhia de Desenvolvimento dos "Vales do São Francisco e Parnaíba (Codevast) ficou até janeiro sob o comando do engenheiro Clementino Coelho, irmão do ministro. Ele s6 saiu quando.a prática de nepotismo foi noticiada.

Outro familiar nomeado por Fernando Bezerra foi o tio dele, Oswaldo Coelho, que assUmiu

· uma vaga de conselheiro do Comitê Técnico Consultivo da Agricultura Irrigada. "-,

A Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco) foi entregue ao economista Marcelo Dowado, filiado ao PSB dó Distrito Federal, ex-assessor do senador Rodrigo Rollemberg (PSB-DF).

A Secretaria Nacional de Defesa Civil, que coordena toda a 10gística de socorro aos municípios vitimados por catástrofes naturais, está sob o comando do coronel Humberto Vianna, pernambucano. Ex-comandante geral do Corpo de Bombeiros, ex secretário da Casa Militar e ex secretário executivo da Coordenadoria de Defesa Civil de Pernambuco, ele é aliado" de Eduardo Campos.

O governador conseguiu ainda emplacar na Integração o secretário de Fundos Regionais e Incentivos Fiscais, o recifense Jenner Guimarães do Rego, ex presidente da Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco. Sem filiação,consultor jurídico da pasta Diego Franco Araújo Jurubeba, ex-analista do Ministério Público de Pernambuco, também foi nomeado com a ajuda de Campos .