Título: Petrobras anuncia investimento recorde de R$ 30 bilhões em 2005
Autor: Ramona Ordoñez
Fonte: O Globo, 01/03/2005, Economia, p. 24

Depois de anunciar que teve lucro recorde de R$ 17,86 bilhões em 2004, a Petrobras divulgou ontem que investirá R$ 30 bilhões em 2005, o maior montante já desembolsado em um ano por uma companhia no Brasil. O diretor financeiro da Petrobras, Sérgio Gabrielli, explicou que os investimentos, que representam um aumento de quase 40% sobre os R$ 21,7 bilhões do ano passado, serão feitos com recursos próprios, do caixa da companhia.

O montante é mais do que o dobro do investimento do governo este ano. Após o contingenciamento no Orçamento anunciado na sexta-feira, que chegou a R$ 15,9 bilhões, os recursos destinados pelo governo federal a investimentos em infra-estrutura somam R$ 12,5 bilhões em 2005. No Orçamento aprovado pelo Congresso em dezembro, quando foram incorporadas as emendas parlamentares, o montante total chegava a R$ 21 bilhões. São investimentos os recursos destinados aos projetos em áreas como transportes, irrigação e saneamento e os R$ 2,9 bilhões reservados aos programas do projeto-piloto acertado com o Fundo Monetário Internacional (FMI).

Prioridade seráaumentar a produção

Dos recursos da Petrobras, cerca de 60% serão investidos nas principais atividades da estatal: exploração e produção de petróleo e gás. Uma das metas é aumentar em 14% a produção nacional de petróleo neste ano. Com isso, a produção média vai pular do 1,49 milhão de barris por dia obtido em 2004 para 1,7 milhão.

¿ Queremos melhorar a rentabilidade de nossos projetos ¿ destacou Gabrielli.

Cerca de 300 mil barris diários de petróleo serão adicionados até o fim do primeiro semestre deste ano, com a produção plena das plataformas P-43 e a P-48 (que entrou ontem em operação). O diretor de Exploração e Produção da Petrobras, Guilherme Estrella, destacou que a produção no fim deste ano deverá atingir um pico de 1,85 milhão de barris por dia.

¿ Não é apenas somar o acréscimo da produção, porque há o declínio natural dos campos, assim como as paradas programadas de algumas plataformas ¿ disse Estrella.

O mercado não se surpreendeu com o volume de investimentos anunciado. Segundo analistas, o aumento dos preços do petróleo eleva o custo dos investimentos. Além disso, a Petrobras tem um programa pesado de investimentos que deverão atingir US$ 53,6 bilhões de 2004 a 2010. Especialistas lembraram ainda que a companhia tem projetos como uma nova refinaria.

O aumento do consumo de combustíveis que vem ocorrendo desde o ano passado poderá adiar a meta de auto-suficiência que a Petrobras esperava alcançar este ano. Estrella disse que em 2004 o consumo cresceu 5%, contra a previsão da Petrobras em seu plano estratégico, de 2,4% ao ano até 2010. A meta da Petrobras é atingir uma produção de 2 milhões de barris diários em 2006.

¿ É possível que em função do consumo de derivados a auto-suficiência seja alcançada apenas em 2006. Mas o desafio de ser atingida ainda no fim deste ano continua ¿ afirmou Estrella.

Ao analisar o balanço de 2004 da Petrobras, Gabrielli destacou que os resultados operacionais foram de certa forma neutralizados pelos resultados das operações financeiras. Isso, segundo ele, fez com que o lucro líquido, apesar de recorde, fosse quase igual ao do ano anterior.