Título: AL: FMI CRITICA IMPOSTO
Autor:
Fonte: O Globo, 21/02/2005, Economia, p. 14

O diretor-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Rodrigo Rato, disse que os impostos na América Latina são injustos e provocam distorções, além de muitas vezes acabarem no bolso dos ricos em forma de subsídios. Em entrevista à agência de notícias EFE, Rato disse que um dos maiores entraves ao crescimento das economias latino-americanas é um sistema tributário ruim, onde os mais pobres pagam proporcionalmente mais do que os ricos.

¿ Há muitos países da América Latina que não têm imposto sobre a renda ¿ disse Rato.

Um deles é a Bolívia, onde 63,6% da população vivem na pobreza. Nesses casos, a arrecadação se baseia em impostos sobre o consumo, que afetam a todos igualmente. Rato disse também que taxas sobre a importação de bens de capital reduzem os investimentos e encarecem as exportações.