Título: CRISTOVAM, EM MINAS, FALA DE DESIGUALDADE
Autor: Carlitto Costa
Fonte: O Globo, 07/07/2006, O País, p. 10

Os anos de crescimento econômico não melhoraram a vida do povo¿, diz pedetista

BELO HORIZONTE. O senador Cristovam Buarque (PDT) iniciou ontem a sua campanha à Presidência da República no interior de Minas Gerais. Primeiro, o candidato se reuniu com líderes do partido na chamada Zona Metalúrgica, na cidade de Itabirito. Após o almoço, Cristovam participou das atividades do 32º Congresso Nacional dos Jornalistas, realizado na cidade de Ouro Preto.

Antes de responder às perguntas, o candidato do PDT fez um breve discurso de abertura da campanha. O senador afirmou que o país parou de se desenvolver e que os anos de crescimento econômico não foram suficientes para melhorar a vida da população brasileira.

Candidato deve ter educação como principal bandeira

Segundo Cristovam, o país vai alcançar o desenvolvimento por meio da educação, num sinal de que esta será a sua principal bandeira na campanha.

¿ O crescimento da economia só fez com que a desigualdade social crescesse. O principal capital do mundo de hoje é a educação ¿ disse o senador pedetista.

Cristovam também criticou o Programa Bolsa Família do governo federal. Para ele, a substituição do Bolsa-Escola contribui para a manutenção da pobreza.

¿ Foi uma tragédia social. Uma mãe sabia que recebia o dinheiro para manter o filho na escola, para ser alguém na vida e sair daquela situação. Com o Bolsa Família, a mãe pensa que recebe o dinheiro porque é pobre e, se sair da pobreza, ela perde o benefício. Não há emancipação ¿ afirmou o candidato.

Corpo-a-corpo nas ruas da cidade histórica

Cristovam ainda respondeu perguntas sobre reforma universitária e democratização do acesso aos meios de comunicação. Depois da entrevista, percorreu as ruas da cidade histórica no primeiro corpo-a-corpo da campanha.

O candidato do PDT continua hoje a campanha eleitoral em Minas Gerais. Ele visita nesta sexta-feira as cidades de Ouro Branco, Conselheiro Lafaiete e Barbacena. No sábado, o candidato se reúne com prefeitos da Zona da Mata, em Juiz de Fora.