Título: HELOÍSA HELENA VISITA A CANDELÁRIA, `O PALCO DAS LUTAS DO POVO DO RIO¿
Autor: Carlitto Costa
Fonte: O Globo, 07/07/2006, O País, p. 10

Candidata diz se sentir honrada de ser a primeira mulher candidata

A alagoana Heloísa Helena escolheu o Rio para iniciar sua campanha à Presidência da República. Com um discurso em que exaltou sua condição de mulher e mãe, a senadora do PSOL disse que veio à cidade para homenagear seu vice, o cientista político Cesar Benjamin, e escolheu a Candelária porque a praça simboliza as lutas políticas do Rio e foi palco da chacina que chocou a cidade em 1993, quando oito meninos de rua foram assassinados.

¿ Esse lugar simboliza a democratização, aqui aconteceu o grande comício das Diretas, e foi palco de grandes lutas do povo do Rio. Essa praça também viu o sangue das crianças pobres numa chacina que marcou a alma e o coração do povo brasileiro. É um tributo e um compromisso para que o Brasil possa ver, na Presidência da República, uma mulher, que, como as outras, não aceita a roubalheira, a mentira e a traição e tem um compromisso com as crianças do Brasil. Como mãe, me sinto na obrigação de estar aqui.

Depois de caminhar pela Avenida Rio Branco até a Cinelândia, a senadora participou de um minicomício nas escadas da Câmara Municipal e disse que se sentia honrada por ser a primeira mulher a concorrer à Presidência da República.

¿ Desculpem-me os homens, só tenho filho homem, irmão home, meu governador é homem, meu vice também, mas quero dizer que me sinto muito honrada, não pela vaidade ou orgulho, em ser a primeira mulher brasileira a disputar a Presidência da República. Represento as mulheres pobres, que seguram seus filhos antes que o crime organizado e a prostituição os arraste, e todas as mulheres brasileiras que não aceitam a roubalheira, a corrupção e a mentira ¿ disse.

Apesar de se dizer da paz, a candidata do PSOL declarou guerra aos candidatos do PT; ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva; e a seu adversário do PSDB, Geraldo Alckmin.

¿ É muito difícil enfrentar esses dois senhores poderosíssimos, financiados pelo dinheiro público roubado ou pelos banqueiros. Mas é paz entre nós, e guerra aos senhores. Vamos desmascarar a fraude política desses homenzinhos, este tal de Alckmin e este tal de Lula.