Título: WALDOMIRO DINIZ
Autor:
Fonte: O Globo, 19/09/2006, O País, p. 9

O assessor do então ministro da Casa Civil José Dirceu foi exonerado em fevereiro de 2004, após denúncias de que negociava com bicheiros o favorecimento em concorrências, em troca de propinas e contribuições para campanhas. Ele foi flagrado pedindo propina a um empresário do jogo e acusado de tentar obter vantagens na renovação do contrato da multinacional Gtech com a Caixa Econômica para a operação das loterias.

O assessor era o principal representante da Casa Civil no Congresso, função que continuou a exercer ao se integrar ao Ministério da Articulação Política. Waldomiro ocupou sala no Palácio do Planalto. Lula minimizou a crise o quanto pôde. A CPI dos Bingos, criada para apurar o envolvimento do ex-assessor com empresários de jogos de azar, foi arquivada por manobras do governo e só em 2005 foi reaberta.