Título: TSE contraria DEM
Autor: Claudio, Luiz
Fonte: O Globo, 20/12/2007, O País, p. 8

BRASÍLIA. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) rejeitou pedido do DEM, que queria a perda do mandato do senador Edison Lobão (PMDB-MA) por infidelidade partidária. Os ministros acompanharam o voto do relator, Carlos Ayres Brito. O DEM alegou que, apesar de ter saído antes da data fixada pela resolução do tribunal (16 de outubro deste ano), o senador assinou o estatuto da legenda, que determina a perda de mandato em caso de troca de partido. Foi o primeiro caso de fidelidade partidária analisado pelo TSE. A decisão pode beneficiar os senadores Romeu Tuma (PTB-SP) e César Borges (PR-BA), que saíram do DEM antes de 16 de outubro.