Título: UE estuda criar restrição ambiental para biodiesel
Autor:
Fonte: Valor Econômico, 15/01/2008, Agronegócios, p. B11

A União Européia estuda criar critérios ambientais mais rígidos para os biocombustíveis, após perceber que a tentativa de utilizar combustível limpo em veículos levou a problemas "não previstos", declarou a Comissão de Meio Ambiente do bloco. No Reino Unido, a Academia de Ciências também informou ontem que a utilização do biodiesel na frota local tampouco deverá diminuir as emissões de CO2, principal gás do efeito estufa.

Em entrevista à BBC News, o comissário europeu para o Meio Ambiente, Stavros Dimas, admitiu que a UE subestimou os desmatamentos provocados pela expansão de soja e milho - matérias-primas do biocombustível -, assim como a alta dos preços dos alimentos. "Vimos que os problemas ambientais e sociais causados pelos biocombustíveis são maiores do que pensávamos", afirmou. "Precisamos de critérios para a sustentabilidade".

As autoridades européias determinaram no ano passado a meta de 10% de mistura de biodiesel ao diesel até 2020. Segundo Dimas, seria melhor não atingir essa meta para não prejudicar populações mais pobres ou o meio ambiente.

A expectativa é que novas diretrizes sejam divulgadas até a semana que vem. O biocombustível que não atender aos padrões não será permitido no mercado europeu, disse o porta-voz de Energia do bloco, Ferran Tarradellas Espuny.