Título: Empresa usa talento jovem para rejuvenescer a marca
Autor: Magalhães , Heloisa
Fonte: Valor Econômico, 18/08/2008, EU & Investimentos, p. D12

"A idéia é buscar uma aproximação com a comunidade universitária e trazer idéias criativas", explica a diretora de recursos humanos Claudia Klein. A L´Oréal quer chegar mais perto dos jovens. A líder mundial dos cosméticos une a estratégia de desenvolvimento de recursos humanos identificando e estimulando talentos na universidade ao mesmo tempo que leva a marca a um segmento de mercado onde busca aumentar a penetração.

Como toda grande empresa, a gigante francesa, com 63 mil empregados no mundo e presente em 130 países, recruta estagiários nas melhores universidades do país. Contrata de 20 a 30 deles por ano. Mas vai além. Anualmente promove um concurso, reunindo universitários do mundo inteiro, batizado de jogos de negócios.

Em grupos, os interessados preparam projetos nas áreas de marketing, engenharia, internet e inovação. A melhor proposta em cada categoria é selecionada no Brasil e participa de uma final em Paris. Os vencedores ganham prêmios em dinheiro e muitos deles foram recrutados para trabalhar no grupo.

Na disputa na área de marketing, o concurso foi batizado de Brandstorm, brinca com a palavra marca em inglês e o famoso "brainstorm". Este ano, o desafio lançado pela L´Oréal para os 93 brasileiros inscritos foi apresentar, em maio, um projeto pronto, com desenho de embalagens, posicionamento no mercado e mensagem de marketing para um protetor solar.

O produto a ser lançado foi para a linha Capital Solei, da Vichy de dermocosméticos, uma das 25 marcas do grupo como Garnier, Maybelline, Lancôme, Biotherm, L´Oréal Paris, La Roche-Posay, Body Shop, entre outras de produtos profissionais e perfumes.

"A idéia é buscar uma aproximação com a comunidade universitária e trazer idéias criativas", explica a diretora de RH Claudia Klein.

Os brasileiros vencedores foram Marcelo Zanetti, Nelson Mattera e Pablo Ribeiro, da ESPM. Claudia lembra que apresentaram proposta de protetor solar em gel, produto que a L´Oréal não tem no mercado. O curioso foi que um grupo de outro país fez o mesmo. E, diante disso, a empresa está trabalhando numa solução nesta linha.

Neste segmento, os vencedores este ano foram dos Estados Unidos, que receberam 10 mil euros como prêmio. O total de inscritos chegou a 4.617 estudantes , de 470 universidades em 38 países.

Com a tecnologia da StratX, especializada em jogos de negócios, o torneio na área de internet é realizado entre equipes de três participantes. Eles "administram" uma empresa fictícia e suas marcas de produtos. O desafio é elaborar uma estratégia para ganhar participação de mercado e o conjunto do projeto deve envolver todas as áreas de uma empresa: pesquisa e desenvolvimento, produção, marketing, publicidade e distribuição.

Em 2008, 248 estudantes brasileiros se inscreveram. Foram 44 mil participantes de 110 países. A final internacional do jogo aconteceu em abril com 48 estudantes. Os vencedores foram de Taiwan.

Já na engenharia, o desafio foi apresentar soluções para um projeto para otimizar o consumo de energia em um fábrica de cosméticos. Um total de 100 estudantes brasileiros se inscreveram. Foram escolhidos para representar o Brasil Daniel Bouskela, Felipe Lemos e Filipe Batista, da USP (Universidade de São Paulo). Um total de 330 estudantes de 60 universidades de engenharia de todo mundo participaram desse jogo, que se realiza desde 2005. Sessenta ex-participaram do jogo, trabalham na L´Oréal.

Com faturamento mundial de 17 bilhões de euros em 2007 a L´Oréal hoje no Brasil tem na linha de frente em vendas os xampus e produtos de coloração, que atraem consumidoras de várias idades. Mas a empresa não esconde que quer atrair mais o consumidor jovem para os seus diversos produtos.

São duas fábricas no Brasil, uma no Rio de Janeiro e outra em São Paulo. Produzem diversas linhas de marcas como L´Oréal Paris, Garnier, Colorama-Maybelline, Kérastase, L´Oréal Professionnel, Vichy e La Roche-Posay. Também exportam uma variedade de produtos- batons, esmaltes, lápis de olhos, xampus, condicionadores e cremes de pentear- para a América Latina, Europa, Estados Unidos, Canadá, Índia e África do Sul.